EduCAFÉ

O cenário da produção e exportação de café no Brasil

Você sabia que o café que chega até a sua casa e acaba na sua xícara é o mesmo café degustado nos Estados Unidos, na Rússia, no Canadá e até no Japão? Mais do que isso, sabia que mesmo sendo o segundo maior consumidor mundial da bebida, o Brasil ocupa a primeira posição no ranking dos produtores e exportadores de café?

Se você acreditava que o auge da produção de café no Brasil se deu no século XIX, é hora de rever seus conceitos! Então, prepare uma xícara daquele café especial e confira alguns fatos interessantes sobre a produção cafeeira no país:

A história do café no Brasil

A tradição cafeeira no Brasil começou em 1727, com o plantio do primeiro pé de café no estado do Pará. Nativo da Etiópia, o folclore em torno do fruto faz parte da sua história.

Reza a lenda que o governador do Brasil, interessado em participar do mercado do café — que estava em constante ascensão —, enviou o sargento-mor Francisco de Melo Palheta em uma missão arriscada: roubar sementes da Guiana Francesa.

Porém, ao invés de se infiltrar nas fazendas de café, que eram protegidas por um grande número de guardas armados, o astuto sargento abusou do seu charme com a primeira-dama local e garantiu uma muda da planta como presente de despedida antes de retornar ao país.

A partir daí, o cultivo do café se popularizou, e sua importância no mercado internacional só aumentou. Ainda assim, a cultura cafeeira no país só se tornou significativa no século XIX.

Os números da produção de café no Brasil

As estatísticas do mercado do café no país são impressionantes: entre julho de 2015 e junho de 2016, foram produzidas 49 milhões de sacas, boa parte exportada para 127 países:

  • para os Estados Unidos, foram 7 milhões de sacas;
  • a Alemanha, o segundo maior comprador, foram 6 milhões de sacas;
  • a Itália chegou a comprar 2,9 milhões de sacas no mesmo período;
  • o Japão é outro comprador que está sendo conquistado pelo café brasileiro, importou mais de um milhão de sacas desta safra.

Em 2016, a produção de café no Brasil ultrapassou as concorrentes com folga:

  • Brasil: 49 milhões de sacas;
  • Vietnã: 29 milhões de sacas;
  • Colômbia: 13 milhões de sacas.

A safra 2017/2018 promete ser ainda mais vultuosa: as estimativas apontam uma produção de 51,1 milhões de sacas de 60 quilos, divididas entre duas principais variedades:

  • 39,6 milhões de sacas do café do tipo arábica (14% menos que a safra anterior);
  • 11,5 milhões de sacas do tipo conilon (20% mais que a safra anterior).

O aumento no cultivo do café conilon pode ser explicado pelas mudanças climáticas que favorecem essa variedade, especialmente nos estados da Bahia e Rondônia.

Atualmente, a produção de café no Brasil se concentra principalmente em Minas Gerais, Espírito Santo, São Paulo, Paraná, Bahia, Goiás e Rondônia, somando cerca de 1900 municípios que abrigam 287 mil produtores. São mais de 2,25 milhões de hectares dedicados ao cultivo do café, que rendem ao país uma média de 5,3 bilhões de reais!

Agora que você já conhece a importância da produção de café no Brasil, sua bebida preferida ficou até mais gostosa, não é mesmo? Para continuar por dentro de outros fatos e curiosidades como essas, curta nossa página no Facebook e acompanhe nosso canal no YouTube!

Nós somos o Troco do Café. Conhece 0 nosso site? 

Viste o Troco do Café! Na nossa loja virtual você encontra café de qualidade.

O Troco do Café fortalece o direct trade pois dá acesso aos produtores venderem seu café diretamente ao consumidor final. Bem como dá acesso aos brasileiros a encontrarem os produtores que estão produzindo qualidade.

 Encontre tudo para ter a melhor experiência com o seu cafezinho!

Sobre o autor

Troco do Café

Troco do Café

Troco do Café é um projeto com o objetivo de facilitar o acesso aos cafés de qualidade produzidos no Brasil!

2 comentários

Deixar comentário.