Sem Categoria

Você realmente sabe como fazer o café perfeito?

Troco do Café
Escrito por Troco do Café

Todo coffee lover tem o seu truque para fazer café, seja a marca preferida, a maneira de esquentar a água ou até o equipamento utilizado. Enquanto alguns não abrem mão do bom e velho coador de pano, por exemplo, outros preferem máquinas modernas de expresso ou a exótica aeropress.

Mas o que realmente faz a diferença na hora de preparar o café perfeito? Qual é o passo a passo de um preparo bem-feito? Para saber a resposta dessas e outras dúvidas frequentes, veja nossas dicas para conseguir o melhor café que você já provou:

1. A importância da água

Apesar de ser responsável por boa parte do sabor de um bom café, a água não costuma ser levada em consideração na hora do preparo. É claro que usar água filtrada de boa procedência é essencial para qualquer preparação culinária, mas, para fazer café, é importante ter um pouco mais de atenção com esse ingrediente primordial.

A água da torneira, por exemplo, contém grande quantidade de cloro, flúor e calcário, que afetam a qualidade da bebida. A água de filtros ou a água mineral engarrafada são as melhores opções para o preparo do café — melhor ainda se ela tiver pH entre 5,0 e 6,5 (essa informação pode ser encontrada no rótulo das garrafas).

2. A escolha do café

Cada um tem sua preferência ao escolher a marca do café e o equipamento para prepará-lo. No entanto, é fundamental saber que cada tipo de preparo pede um tipo diferente de moagem. Mesmo para grãos moídos na hora, é essencial selecionar a moagem ideal para extrair o melhor sabor a cada xícara.

Ao comprar o , fique atento à data de fabricação: quanto mais recente forem a torra e a moagem, mais conservadas as características do café. Outra informação importante é a granulometria do produto:

  • moagem fina é específica para café expresso;
  • moagem média é indicada para fazer café em coador de pano ou filtro de papel;
  • moagem grossa deve ser preparada na aeropress ou prensa francesa.

3. A proporção de água para fazer café

A quantidade de pó para o preparo do café costuma gerar polêmica entre os apreciadores da bebida. Afinal, é preciso garantir o máximo de sabor sem correr o risco de tornar o líquido amargo ou ácido demais.

Normalmente, é recomendado utilizar de 80 a 100 gramas do pó para cada litro de água, mas a quantidade varia de acordo com o tipo de café e o preparo desejado. Por isso, experimente diversas proporções até escolher a sua preferida.

4. A temperatura da água para o preparo do café perfeito

Outro fator que influencia diretamente no sabor do café é a temperatura da água utilizada em seu preparo.

O processo de ebulição, ou seja, quando a água chega ao ponto de fervura (por volta dos 100 ºC) resulta em perda de oxigênio, alterando a acidez da bebida. Para fazer café, a água deve estar apenas aquecida, e não fervente — a cerca de 93 ºC.

5. O tempo de extração

O tempo de contato entre o pó do café e a água depende do equipamento utilizado, do tipo de moagem e das quantidades utilizadas.

Esse tempo vai influenciar em muito o resultado da bebida, fique atento ao tempo recomendado para cada tipo de método ou utensílio de preparo.

A bebida pronta JAMAIS deve passar novamente pelo pó: a recirculação transforma o sabor do café e o torna mais amargo e ácido.

Fazer café é uma atividade que não esconde muitos segredos, mas é importante conhecer todas as etapas para obter o melhor sabor em sua bebida. Afinal, da mesma forma que existem diferenças entre os cafés especiais e a variedade tradicional, o cuidado e a atenção no preparo fazem toda a diferença no sabor.

Será que os seus amigos já conhecem essas dicas para fazer café? Compartilhe esse post em suas redes sociais e marque quem pode precisar de uma mãozinha para preparar a bebida!

Já encontrou a receita do seu café perfeito?

Sobre o autor

Troco do Café

Troco do Café

Troco do Café é um projeto com o objetivo de facilitar o acesso aos cafés de qualidade produzidos no Brasil!

Deixar comentário.