EduCAFÉ

Conheça um pouco mais sobre o coador Hario V60

Fazer um bom café é uma arte. As técnicas para preparar a tradicional bebida têm avançado e os clientes estão cada vez mais exigentes. Estão querendo ir além do cafezinho básico. Grãos especiais, moagens e torras específicas já não são novidades, certo? Agora, será que você sabia que o coador pelo qual seu café passa pode afetar características importantes da bebida? Conheça um pouco mais sobre o Hario V60, o coador que é xodó de um dos melhores baristas do mundo.

Origem do Hario V60

Embora não sejam reconhecidos como grandes produtores ou consumidores de café no mundo, os japoneses foram os responsáveis por essa invenção. Os coadores Hario foram lançados em 2004, feitos inicialmente de ceramica. Depois, a marca expandiu sua matéria-prima para a vidro, o plástico e também o metal.

Significado de V60

O código, aparentemente enigmático, é mais intuitivo do que você pode imaginar. Ele simplesmente representa a angulação na qual o coador é projetado. No entanto, esse é apenas um dos aspectos que fazem o Hario V60 um item diferenciado.

Diferenças nos detalhes

Além da angulação específica do cone, ele também apresenta sulcos espirais em seu corpo que permitem melhor expansão do café durante o processo coar, diminuindo a quantidade de resíduos indesejáveis. Isso quer dizer que, sim, é possível fazer uma xícara de café sem aquele pozinho no fundo da xícara.

O formato cônico, semelhante aos coadores brasileiros, permite que a água fique em contato com o café pelo tempo ideal, antes da passagem pelo buraco. Isso faz com que o sabor do grão seja mais equilibrado.

Outro detalhe importantíssimo está no formato do buraco por onde o café passa. Ele é mais largo e, devido à velocidade com que a água é passada. Esse fluxo interfere no sabor da bebida.

Dicas para utilizar seu Hario V60

Embora seja semelhante ao coador tradicional brasileiro, as diferenças que já apontamos acerca do Hario V60 requerem atenção do amante de café. Aí vão algumas dicas para você preparar um café mais que especial:

Atenção ao filtro

Existem três tamanhos diferentes para coadores, então, esteja atento à quantidade de café que você vai preparar. Geralmente, utiliza-se 6 g de café moído para cada 100 ml de água.

Você deve comprar filtros específicos para cada tamanho do seu Hario V60.

Escolha a moagem

Um coador especial como esse merece, sem dúvida, um café de qualidade superior. Para isso, você também deve estar atento também à qualidade da moagem do grão. Isso vai ter ajudar no preparo e saber como controlar o fluxo de água que passará pelo filtro.

A relação entre moagem e fluxo de água é importantíssima para estabelecer o corpo que você deseja à bebida final. No momento de coar, é importante saber qual tipo de moagem está sendo utilizado para fazer um café mais ou menos denso.

Para obter um café de corpo médio, basta acrescentar um fluxo constante de água a um pó de moagem média-fina. Para uma bebida mais leve, utilize o mesmo fluxo em um pó de moagem média. Caso você deseje um café mais denso, de corpo mais intenso, acrescente água lentamente em moagem fina.

Cuidados com Hario V60

Geralmente, a infusão do café nesse tipo de coador dura entre 2 a 3 minutos, dependendo do fluxo com o qual você despeja a água, obviamente. Após o preparo da bebida, é importante lavar o coador apenas com água, para que os produtos não afetem o sabor dos próximos preparos.

Agora que você sabe como utilizar seu Hario V60, conheça um pouco da história da empresa que revolucionou o preparo do café!

Sobre o autor

Troco do Café

Troco do Café

Troco do Café é um projeto com o objetivo de facilitar o acesso aos cafés de qualidade produzidos no Brasil!

Deixar comentário.